Quer receber nossas novidades e promoções? Cadastre aqui seu e-mail!

     

BLOG

ADUBAÇÃO VERDE EM CITROS

ADUBAÇÃO VERDE EM CITROS

Por: Dr. Renato Ragoozo – Eng. Agrônomo

 

Na década de 90 o uso das plantas de cobertura na citricultura tiveram o seu maior desenvolvimento. No campo dominou a técnica de plantio e manejo, e na pesquisa comprovou a sua efetividade de custo-benefício.

A prática e a pesquisa confirmam que os adubos verdes melhoram as condições físicas, químicas e biológicas do solo, diminuem a emergência de plantas invasoras, que concorrem em água, luz e nutrientes com a laranjeira e substituem parte da aplicação de nitrogênio mineral em pomares de citros em formação.

Além de todos esses benefícios, os adubos verdes aumentam a produtividade resultando numa relação custo/beneficio muito positiva para o citricultor.

A seguir serão apresentados alguns resultados, todos baseados em trabalhos científicos que mostram e comprovam claramente os benefícios dos adubos verdes:

RECICLAGEM DE NUTRIENTES E FIXAÇÃO DE NITROGÊNIO

A avaliação da produção de biomassa e nutrientes nos adubos verdes intercalares à cultura do citros demonstram a quantidade de nutrientes que compõe estas leguminosas e o quanto poderá enriquecer o solo, sendo disponibilizados futuramente para a laranjeira.

Tratamentos Macronutrientes kg/ha Micronutrientes g/ha
N P2 O5 K2 O Ca Mg S B Cu Fe Mn Zn
Crotalária juncea 183 39 204 105 52 13 236 92 4.2 721 275
Crotalária spectabilis 44 10 56 38 10 3 74 30 561 170 64
Guandu 144 30 131 55 21 10 157 82 3.1 506 144
Mucuna-preta 86 19 73 39 14 6 93 64 8.1 612 103
Mucuna-anã 91 15 55 32 14 7 91 74 5.8 714 105
Lab-lab 67 19 69 42 19 7 93 32 4.6 578 100
Feijão-de-porco 169 31 138 109 30 11 169 42 4.0 780 133

Obs. Quantidade de nutrientes considerando plantio em área total; para área de citros utilizada, considerar 50% dos valores.

CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO DE ÁGUA

As coberturas vegetais aumentam a capacidade de armazenamento de água no solo em profundidade quando compara-se com o manejo convencional, isto é, gradagens nas entrelinhas.

DESCOMPACTAÇÃO, ESTRUTURAÇÃO E AERAÇÃO DO SOLO

Em diversos trabalhos de pesquisa, constatou -se o aumento da distribuição percentual de raízes em profundidade nos tratamentos com adubos verdes, inclusive o rompimento de camadas adensadas, além do aumento da macroporosidade e redução na densidade do solo.

ATIVIDADE BIOLÓGICA DO SOLO

É notável a influência positiva dos adubos verdes nas interações microbiológicas do solo, decorrente da maior quantidade de biomassa microbiana e atividade enzimática.

MANEJO DE PLANTAS DANINHAS

A redução da produtividade do citros pela concorrência com as plantas invasoras é bastante conhecida e os adubos verdes são poderosas ferramentas na diminuição da emergência destas plantas.

AUMENTO DA PRODUTIVIDADE DOS CITROS

Trabalhos de diversos pesquisadores confirmaram o ganho de produtividade dos citros com a utilização de adubos verdes através de experimentos instalados em São Paulo, Bahia e Sergipe, além de um custo/beneficio muito positivo, conforme quadro abaixo:

Tratamentos Caixas/planta

2003

Caixas/planta

2004

Plantas/ha Total caixas/ha

2003 e 2004

Feijão-de-porco 1,96 2,50 357 1592,22
Guandu-anão 2,06 2,53 357 1638,63
Lab-lab 2,02 2,52 357 1620,78
Braquiária 2,00 2,12 357 1470,84

 

SUGESTÕES DE MANEJO DE COBERTURAS VEGETAIS EM CITROS PARA UM POMAR DE CITROS EM PRODUÇÃO:

1) Aplicação de herbicidas nas linhas da cultura e nas entrelinhas onde os adubos verdes serão semeados;

2) Aplicar a parcela da adubação para a cultura da laranja, diminuindo desta forma o excesso de movimentação sobre as plantas de cobertura;

3) Efetuar o controle de pragas, principalmente os ácaros da falsa ferrugem e da leprose. É interessante associar produtos de residual longo evitando entradas sucessivas no pomar;

4) Plantio direto dos adubos verdes. É de fundamental importância ter em mãos a análise química de solo das entrelinhas do pomar, pois estes respondem muito bem a solos corrigidos, ao fósforo e ao potássio. Estes devem ser plantados a 50cm de distância da projeção da copa da laranjeira, espaçadas à 50cm uma linha da outra;

AS ESPÉCIES MAIS RECOMENDADAS SÃO: GUANDU-ANÃO, FEIJÃO-DE-PORCO E LABLAB.

5) Após o plantio, os adubos verdes dispensam quaisquer outros tipos de tratos culturais, devendo ser manejados na época do pleno florescimento, ocasião em que estão no auge de acumulação de nutrientes;

6) Uma opção bastante vantajosa, quando ocorrer o manejo dos adubos verdes, é direcionar todo este rico material para as linhas da cultura da laranja, aproveitando melhor seus nutrientes e diminuindo a emergência de plantas daninhas. Atualmente existem no mercado roçadeiras que permitem este tipo de operação.